indicacao-midas
OFICINA MIDAS MAIS PRÓXIMA:
Remova aqui o seu email
Enviar

Mudança de Óleo: dicas para trocar o óleo do carro

O óleo do carro é um elemento essencial para o funcionamento do motor e para evitar a deterioração do mesmo. A função do óleo é manter as peças lubrificadas e refrigeradas quando o motor atinge temperaturas altas e evitar os danos por atrito. Por ser tão importante, é necessário rever regularmente o nível do óleo assim como mudar o óleo com frequência.

 

Quando trocar o óleo do carro?

Recomendamos mudar o óleo do seu carro uma vez por ano, embora isso dependa das indicações do fabricante, da idade do carro e dos quilómetros percorridos. Se superar o número de quilómetros indicados pelo fabricante ou o tempo que foi estipulado, deve trocar o óleo mais cedo.

 

máquina aparadeira para remover o óleo do motor usado

 

De quantos em quantos kms devo mudar o óleo?

No caso dos óleos sintéticos, deve mudar de óleo entre os 10.000 e os 20.000 quilómetros. Se já fez estes quilómetros, troque de óleo mesmo que não tenha passado um ano desde a última mudança. Aqui ficam os tempos médios de vida útil dos óleos mais comuns:

  • o óleo mineral 15W40 deve ser trocado a cada 5.000 kms
  • o óleo semi-sintético 10W40 deve ser trocado a cada 10.000 kms;
  • o óleo sintético 5W40 deve ser trocado a cada 15.000 kms;
  • o óleo sintético Longlife deve ser trocado entre os 20.000 e os 40.000 kms, sempre dependendo e seguindo as indicações preconizadas pelo fabricante.

 

Vareta de medição de óleo

 

Qual é o óleo recomendado para o seu carro?

É muito importante escolher corretamente o óleo a utilizar. Há vários tipos de óleo no mercado, os quais têm diferentes desempenhos. Respeite sempre o tipo de óleo para carro que foi pensado pelo fabricante assim como a sua norma. Assim poderemos ter a certeza que estamos a respeitar as verdadeiras necessidades do seu motor.

 

O que é a viscosidade do óleo?

Como o óleo tem de estar sempre a circular, este deve manter a viscosidade suficiente para os momentos em que o motor aquece. Ao mesmo tempo, precisa de manter a fluidez quando o motor estiver frio: só assim consegue proteger o motor do desgaste em diferentes temperaturas. 

Quando estiver a ver rótulos, a letra ‘W’ refere-se à viscosidade do óleo:

  • o primeiro número antes do W é a viscosidade a frio (por exemplo, 5 no óleo 5W30, e 10 no óleo 10W40). 
  • o segundo refere-se à viscosidade quando o motor atinge 100 graus (ou seja, 30 no óleo 5W30 e 40 no óleo 10W40). 

Dependendo destes valores, o lubrificante circula mais depressa quando o motor arranca.

 

óleo sintético Repsol 0W30

 

Qual é o melhor óleo para carros a gasolina?

Não há necessariamente um óleo melhor para todos os carros a gasolina, tal como não há um óleo ideal para todos os carros a gasóleo. O que deve fazer é seguir sempre os parâmetros indicados no livro de manutenção do automóvel. Mais uma vez, a maior preocupação deve ser sempre respeitar aquilo que o fabricante pensou para aquele motor em questão. 

As três classificações mais comuns são a da ACEA, API e SAE. Como esta última diz respeito à viscosidade, vamos focar-nos nas duas primeiras. 

Nas indicações da Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA), as letras têm o seguinte significado:

  • letra A: refere-se aos motores que utilizam gasolina;
  • letra B: refere-se aos motores que utilizam gasóleo;
  • letra C: refere-se aos veículos equipados com filtro de partículas.  

Nas classificações do Instituto de Petróleo Americano (API), o significado das letras é:

  • letra S: refere-se aos motores que utilizam gasolina;
  • letra C: refere-se aos motores que utilizam diesel/gasóleo.  

 

reposição do nível de óleo

 

Posso usar óleo para motores a gasóleo num motor a gasolina?

Tecnicamente sim, se tiverem classificação A3/B3 (ACEA) ou SL/CF (API). No entanto, deve confirmar sempre as especificidades do óleo e consultar uma oficina especializada. Para quê arriscar? Respeite sempre o fabricante.

 

Qual é a diferença entre um óleo sintético e um óleo mineral?

Existem dois tipos principais de óleos para automóveis: monograduados e multigraduados. Os óleos multigraduados oferecem duas temperaturas, uma temperatura a frio e outra quente, o que os torna mais eficazes a reagir às mudanças de temperatura. Consoante a sua constituição, estes óleos multigraduados podem ser classificados em três tipos. 

 

Tipos de Óleos Multigraduados

Os óleos multigraduados podem ser de 3 tipos: 

  • Minerais: possuem uma base refinada de petróleo.
  • Sintéticos: possuem um tratamento especial com aditivos que ajudam a cuidar melhor do motor e que são apropriados para motores sob enorme pressão. Os óleos sintéticos têm um impacto positivo em muitos aspetos, pois melhoram o arranque a frio e cuidam do filtro de óleo e das peças do motor por mais tempo. Portanto, na maioria dos casos, obtém uma performance superior com um óleo sintético que respeite as recomendações do fabricante. Mas independentemente destas melhorias, é recomendável trocar de óleo uma vez por ano. 
  • Semi-sintéticos: mistura características dos 2 primeiros para obter um óleo intermédio, com uma base sintética e outra mineral, e permitem uma utilização segura do motor em qualquer circunstância.

 

Quais são as melhores marcas de óleos para carros?

Na mudança de óleo, a Midas utiliza os lubrificantes Galp, Castrol e Repsol, amplamente reconhecidos como três dos melhores óleos para carros do mercado. 

 

O que acontece se deitar óleo a mais no motor?

Se deitar óleo a mais, o óleo pode chegar a outras peças, nomeadamente à cambota. Isto pode danificar a cambota e outras peças do motor, além de poder originar fugas de óleo. Ao haver fuga para o exterior do motor, é igualmente possível que comece a arder. Sempre que acontecer uma situação de ter colocado óleo a mais, não deve circular com a viatura. Chame a Assistência e numa oficina especializada será-lhe retirado esse excesso de óleo. 

 

O que devo fazem além de mudar o óleo?

Além de mudar o óleo, é fundamental trocar sempre o filtro do óleo. Se não mudar este filtro, ele acumula resíduos ao longo do tempo, o que acaba por fazer com que menos óleo chegue ao motor, com consequências muito gravosas para o mesmo.

 

filtro de óleo usado e filtro de óleo novo

 

Onde posso mudar o óleo do carro?

Apesar de algumas pessoas mudarem o óleo do carro em casa, é sempre aconselhado fazer a revisão ou manutenção do seu veículo numa oficina especializada com profissionais habilitados. Lembre-se que um óleo não indicado para o seu carro pode destruir completamente o motor… e a “poupança” rapidamente se transforma num prejuízo terrível. 

 

Quanto custa a mudança de óleo do carro?

Nas Oficinas Midas irá encontrar profissionais competentes, integrados num sistema de formação contínuo e que lhe vão proporcionar um serviço de qualidade, com preços competitivos e que mantém a garantia do fabricante. Ligue-nos ou vá até à oficina mais próxima para pedir um orçamento para o seu automóvel específico.

Data de criação: 22 . 05 . 2018 |
Data de actualização: 12 . 05 . 2020

Autor: Humberto Ricardo


artigos relacionados

O seu carro tem mais de 10 anos?

O seu carro tem mais de 10 anos?

Os carros com mais de 10 anos de antiguidade necessitam de uma manutenção adequada. Descubra alguns conselhos  para conservar o seu carro nas melhores condições de segurança e evitar assim, avarias dispendiosas.

ver mais
 Sabe o preço da revisão do seu carro?

Sabe o preço da revisão do seu carro?

O preço da Revisão do carro traduz-se muitas vezes numa incógnita. Contudo, já existem no mercado automóvel formas de obter maior certeza sobre este valor.

ver mais
Quais as vantagens em fazer a manutenção periódica ao seu carro?

Quais as vantagens em fazer a manutenção periódica ao seu carro?

Descubra em seguida as principais vantagens em fazer a manutenção automóvel anualmente bem como os riscos em não adotar este procedimento fundamental.

ver mais