indicacao-midas
OFICINA MIDAS MAIS PRÓXIMA:

SAIBA COMO USAR CORRETAMENTE O CINTO DE SEGURANÇA

Segundo o código da estrada, o uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes do veículo. Ainda que os portugueses estejam cada vez mais conscientes da importância de utilizar o cinto de segurança, nem sempre sabemos como colocá-lo corretamente por forma a garantir a nossa segurança ao volante.

 

Prevenção rodoviária e o uso do cinto de segurança

 

A Direção Geral de Viação ajuda na prevenção e segurança rodoviária, através de campanhas de consciencialização da importância do uso de cinto de segurança, mas existem alguns gestos e hábitos comuns que devemos evitar quando o prendemos o cinto no carro. Tome nota:

 

1. Cinto bem ajustado ao corpo

Seja porque o dispositivo de retenção esteja solto, ou pelo contrário, esteja demasiado preso e de forma tensa ao corpo, poderá provocar lesões no caso de ocorrer um choque ou impacto sobre o veículo. Se o cinto se agarrar em demasia à zona abdominal ou ao pescoço, pode produzir, em caso de acidente, queimaduras e cortes provocados pelo roçar do tecido à pele.

 

2. Nunca coloque os pés no painel de instrumentos

Em viagens grandes e longas, os ocupantes que estão nos assentos da frente tendem, por vezes, a colocar os pés no painel por forma a ficarem mais confortáveis. Esta prática pode ser perigosa em caso de impacto, uma vez que pode produzir lesões nas costas, pélvis ou fémur. Apesar de usar o cinto, se o passageiro estiver com as pernas no painel de instrumentos poderá começar a  deslizar por baixo do banco, passando a ficar exposto a algumas das lesões.

 

3. Proibido colocar o cinto sobre a barriga

Outros dos hábitos habituais entre os condutores é colocar a correia do cinto de segurança sobre a barriga. Ainda que possa ser mais cómodo , o peso e a altura do ocupante do carro, em caso de colisão poderão aumentar o risco de esmagamento do abdómen.

 

4. As grávidas também têm de usar cinto de segurança?

Atualmente, as mulheres grávidas têm, obrigatoriamente, de usar cinto de segurança quando viajam de carro. O ideal, quando a mulher se encontra neste estado, é que a correia diagonal do cinto, que começa no terço médio do ombro, siga entre as duas mamas e atravesse o lado do abdómen. Com um adaptador especial que pode facilmente ser colocado no dispositivo, as mulheres grávidas podem viajar com conforto e segurança dentro do veículo.

 

segurança rodoviária cinto de segurança

 

5. Aprenda a colocar o cinto corretamente

Recentemente surgiram novas recomendações internacionais, de como se deve colocar o dispositivo de retenção com o objectivo de extremar as precauções na estrada. A correia diagonal deve passar através do centro da clavícula (entre o ombro e o pescoço), e não deverá tocar no pescoço, uma vez que, em caso de colisão, o efeito protector perde-se, ou seja, o cinto poderá causar lesões na área. A correia horizontal deve estar na zona inferior do abdómen, em contacto com uma parte da pélvis chamada a crista ilíaca resistente (ponto mais alto da pelve). Recomenda-se também que, caso coloque bandas, ajuste as mesmas ligeiramente para cima na diagonal, para que a correia se mantenha estável e sem lacunas.

‘ABCMIDAS’ COM B…

‘ABCMIDAS’ COM B…

Inaugurámos no mês passado os textos ‘ABC Midas’, nos quais vamos falar de termos curiosos do mundo da mecânica, e em que para cada mês iremos ter uma letra do alfabeto. Desta vez, o B...

ver mais
5 dicas para evitar que os mosquitos deteriorem o seu veículo

5 dicas para evitar que os mosquitos deteriorem o seu veículo

Se habitualmente faz viagens longas, certamente saberá como essas viagens afetam diretamente o seu carro. O impacto de mosquitos e insetos no pára-brisas, a sujidade da chuva e outros agentes meteorológicos, entre muitos outros fatores externos, fazem com que o seu veículo se deteriore pouco a pouco.

ver mais
O que dizem as crianças sobre a condução dos seus pais?

O que dizem as crianças sobre a condução dos seus pais?

Os procedimentos e comportamentos que adopta a conduzir serão seguidos pelos seus filhos no futuro.

ver mais